Exclusivo

Falso refugiado preso por violação suspeito de terrorismo na Alemanha

Falso refugiado preso por violação suspeito de terrorismo na Alemanha

Marroquino fez-se passar por sírio durante cinco anos. Obteve subsídio e documentos. Constava da lista vermelha da Interpol.

Um cidadão marroquino, atualmente a ser julgado por ter violado uma sem-abrigo nas antigas instalações da RTP, em Lisboa, e que, durante cinco anos, se fez passar junto das autoridades portuguesas por refugiado sírio, está envolvido num caso de terrorismo na Alemanha. É suspeito de ter recrutado extremistas para redes de terrorismo islâmico.

De acordo com informações recolhidas pelo JN, Makhlouli Z. , 34 anos, chegou a Portugal em janeiro de 2015, ano em que requereu asilo. Antes de entrar em território nacional, esteve na Alemanha, onde terá mantido contactos com redes terroristas, mas também passou por outros países europeus, onde chegou a ter problemas com a justiça relacionados com pequenos furtos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG