Lisboa

Filha adotiva agride e sequestra mãe durante anos para lhe tirar pensão

Filha adotiva agride e sequestra mãe durante anos para lhe tirar pensão

Uma mulher de 27 anos foi detida pela PSP de Lisboa por violência doméstica. Ao longo de anos, terá agredido, coagido e sequestrado a mãe adotiva, de 75 anos, para lhe ficar com a pensão. Ficou em prisão preventiva.

As agressões físicas e psicológicas duravam há vários anos. No prédio onde residiam, em Marvila, vários vizinhos sabiam dos maus-tratos, mas a vítima era coagida pela agressora a mentir, incluindo à polícia.

A filha adotiva, desempregada e na dependência da mãe, usava todo o dinheiro da pensão desta para gastos próprios. E mantinha a idosa sequestrada, impedindo-a de contactar com a restante família.

PUB

No dia 17 de setembro, um familiar da idosa formalizou uma denúncia. No dia seguinte, após recolha de vários testemunhos por parte de alguns vizinhos, a PSP abordou a suspeita na sua residência. Os polícias aperceberam-se de imediato que a vítima apresentava marcas antigas de agressão e ainda indícios de ter sido maltratada momentos antes da sua chegada.

A mulher foi detida e, após primeiro interrogatório judicial, ficou em prisão preventiva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG