PSP

Frases racistas inscritas em escolas e faculdades de Lisboa

Frases racistas inscritas em escolas e faculdades de Lisboa

A PSP foi alertada, esta sexta-feira, para a existência de frases de caráter racista nas fachadas da Universidade Católica, do ISCTE, de três escolas secundárias e do Centro de Acolhimento de Refugiados, em Lisboa e Loures.

As inscrições foram removidas pelas instituições antes das autoridades chegarem ao local, de modo a evitar a propagação da mensagem de ódio. Antes, foram feitas fotografias para juntar ao processo criminal.

Os factos foram comunicados ao Ministério Público, adiantou ao JN fonte do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP. Até agora, ninguém foi identificado.

"Viva a raça branca", "pretos, voltem para África", "zucas, voltem para as favelas" foram algumas das expressões registadas em imagens que circulam nas redes sociais.

As frases terão sido escritas durante a noite, uma vez que, ontem à noite, ninguém das instituições visadas deu pela sua presença, acrescentou a mesma fonte.

As três escolas visadas foram a António Damásio, nos Olivais (Lisboa), a da Portela e a da Sacavém, já no concelho de Loures.

PUB

Os atos já foram repudiados por Isabel Capeloa Gil, reitora da Universidade Católica Portuguesa, pela associação de estudantes do ISCTE e pelo Conselho Português para os Refugiados.

O Centro de Acolhimento de Refugiados, a Escola Secundária da Portela e a Escola Secundária de Sacavém tinham, em junho de 2020, sido alvo de um ataque semelhante a diversos locais da Grande Lisboa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG