Porto

Furtaram 13 carros, tentaram agredir polícias e destruíram esquadra no Porto

Furtaram 13 carros, tentaram agredir polícias e destruíram esquadra no Porto

Dois cadastrados reagiram com violência quando foram apanhados em flagrante a assaltar automóveis, no Porto. Equipas de Intervenção Rápida da PSP foram acionadas para manietar dupla.

Dois cadastrados são suspeitos de terem furtado e causado danos em 13 carros estacionados na cidade do Porto. Com 30 e 37 anos, o operador de máquinas e o empregado comercial tentaram agredir os agentes da PSP que os detiveram e destruíram parte da viatura policial na qual foram transportados para a esquadra. Também destruíram o mobiliário da sala onde esperavam para serem identificados e constituídos formalmente arguidos. A violência manifestada pelos detidos obrigou à intervenção das Equipas de Intervenção Rápida da PSP.

Eram 4.40 horas desta quarta-feira, quando a Polícia surpreendeu os dois homens, residentes em Rio Tinto, na rua Dr. Manuel Laranjeira, no Porto, a furtar o interior de um automóvel ali estacionado. Perante a presença dos agentes, os assaltantes reagiram com violência e tentaram a fuga. Não conseguiram, foram postos no carro patrulha para serem levados até à esquadra do Bom Pastor e, durante a viagem, danificaram a viatura policial com murros e pontapés.

PUB

Sempre nervosos, os detidos provocaram danos ainda na sala da esquadra onde aguardavam a realização do expediente. Igualmente com murros e pontapés, partiram parte do mobiliário que decorava o espaço.

Perante a violência manifestada pelos suspeitos, foram acionadas Equipas de Intervenção Rápida para manietar os dois homens, que permanecerão detidos até quinta-feira e, por esse motivo, passarão duas noites nos calabouços da PSP. Só nessa altura serão levados ao Tribunal de Instrução Criminal do Porto, para serem interrogados pelo juiz.

Os dois homens contam já com antecedentes por furto e ambos são suspeitos de terem partido os vidros de 13 carros estacionados na rua Dr. Manuel Laranjeira, mas também na rua Aval de Cima, para furtar objetos de valor guardados no interior. Nove proprietários dos carros furtados já apresentaram queixa na PSP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG