Exclusivo

GNR deita ao lixo dezenas de quilos de comida em Portalegre

GNR deita ao lixo dezenas de quilos de comida em Portalegre

Centro de Formação tornou-se numa escola de desperdício após surto de gastroenterite. Refeições enchem diariamente os contentores.

Todos os dias há dezenas de quilos de alimentos deixados no lixo no Centro de Formação de Portalegre da GNR. A Unidade serve em média cerca de 1350 refeições diárias aos alistados, aos militares e aos civis que ali se encontram. O que sobra vai para o lixo. A medida surgiu após a auditoria feita pela Unidade de Saúde Pública de Portalegre da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejo (USPP/ULSNA), na sequência do surto de gastroenterite que ocorreu naquele centro em outubro de 2018.

De acordo com uma fonte contactada pelo JN, "o pão que sobra das várias refeições, ou que não chega à mesa, o peixe e a carne que são confecionados todos os dias e não são servidos, ou a sopa que sobra são deitados nos contentores do lixo à espera de serem recolhidos pelos serviços camarários da Câmara de Portalegre". Esta situação já dura "há vários meses".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG