Violência

Grávida atingida a tiro na zona genital durante festa ilegal na Amadora

Grávida atingida a tiro na zona genital durante festa ilegal na Amadora

Uma mulher, de 23 anos, que se encontra grávida, foi atingida com um tiro na zona genital, na segunda-feira, durante uma festa ilegal que reuniu cerca de 200 pessoas na Amadora. Foi conduzida ao Hospital de Amadora-Sintra num carro particular.

O primeiro alerta para a PSP foi dado cerca das 18.50 horas e dava conta de uma festa ilegal que reunia cerca de 200 pessoas no Bar Shisha, na Estrada Militar, na Damaia (Amadora), durante a qual a ocorreram várias desordens, que motivaram uma intervenção policial.

Dez minutos mais tarde, nova chamada para a Polícia alertava para a existência de uma pessoa baleada, que estaria na Praceta da Constituição de 1976. No entanto, quando os agentes lá chegaram, não encontraram ninguém.

Posteriormente, um agente de serviço no Hospital Amadora-Sintra informava que dera entrada na Urgência um mulher grávida, com 23 anos, que havia sido atingida com um disparo na zona genital. A ferida, que ficou internada, fora transportada por um amigo.

Entretanto, os polícias que estavam no local da festa receberam a informação de que o atirador estaria lá, "mas ninguém foi identificado ou detido", revelou ao JN fonte da PSP.

Por se tratar de um crime com o uso de arma de fogo, a investigação foi entregue à Policia Judiciária.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG