Investigação

Matou filha com disparo acidental de caçadeira

Matou filha com disparo acidental de caçadeira

Uma mulher de 43 anos morreu, na noite de ontem, vítima de um alegado disparo acidental de arma de fogo, efetuado pelo próprio pai, num acampamento, em Válega, Ovar.

O patriarca daquela comunidade, de 68 anos, pai da vítima mortal, terá ido buscar uma caçadeira para a experimentar antes de a usar para comemorar a passagem do ano.

Ao manusear a arma foi disparado um primeiro tiro que atingiu mortalmente a mulher no rosto e feriu o marido, que se encontrava a uma maior distância.

Os Bombeiros de Ovar e a equipa da VMER de Gaia socorreram a vítima, mas o óbito foi declarado no local. O marido, 52 anos, foi assistido no Hospital S. Sebastião, na Feira, tendo alta hospitalar horas depois.

O autor do disparo, que nunca se ausentou do acampamento, foi detido pela Polícia Judiciária de Aveiro. Estiveram, ainda, no local, vários elementos dos postos do destacamento da GNR de Ovar e o Corpo de Intervenção Rápida da GNR de Aveiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG