O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Hospital processado por negligência na morte de idoso

Hospital processado por negligência na morte de idoso

Pilha de pacemaker não foi substituída a tempo. Unidade de saúde diz que não compareceu a consulta.

O sobrinho de um homem de 81 anos vai processar o Hospital Distrital de Santarém (HDS) por negligência médica, por alegadamente não ter substituído a pilha do pacemaker do tio a tempo de evitar a sua morte. O HDS alega que o doente, conhecido no Cartaxo por "Rock", não compareceu à consulta de substituição do aparelho que regula o ritmo cardíaco.

Nélson Nascimento conta ao JN que, a 18 de junho, o tio se queixou de que se sentia "muito cansado e com dificuldade em respirar", pelo que chamou o INEM. Em conversa com o médico, Dionísio Nascimento terá comentado ainda que tinha dores nas costas e o clínico terá respondido que lhe iam fazer um raio-x.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG