Portalegre

Identificados dois homens por suspeita de furto de parte de escultura de José Régio

Identificados dois homens por suspeita de furto de parte de escultura de José Régio

A PSP anunciou, esta sexta-feira, que identificou dois homens, de 19 anos de idade, por suspeitas do furto de um livro em mármore, peça que faz parte de uma escultura de homenagem ao poeta José Régio, em Portalegre.

O Comando Distrital de Portalegre da PSP explica, em comunicado, que um dos suspeitos é residente no concelho de Portalegre e outro no concelho de Nisa.

De acordo com a PSP, o furto da peça, e consequente dano na obra de arte, ocorreu na madrugada de domingo, tendo as autoridades, após várias diligências, recuperado o livro, embora com "danos visíveis".

PUB

A PSP acrescenta que "continuará a investigação", no sentido de identificar outros intervenientes do ato ilícito que ocorreu na Praça da República, em Portalegre.

Segundo a PSP, os factos vão ser comunicados à Procuradoria da República junto do Juízo Local Criminal de Portalegre.

Contactada pela Lusa, a presidente da Câmara de Portalegre, Fermelinda Carvalho, felicitou a PSP pelo trabalho de investigação que desenvolveu, assegurando que a escultura vai ser recuperada.

"Nós tínhamos um bocadinho a esperança que o livro aparecesse em bom estado, apareceu partido e, agora, temos de ver com os autores desta obra se dá para recuperar ou se tem de ser um livro novo, mas vamos mandar arranjar rapidamente", disse.

A escultura figurativa do poeta José Régio foi colocada pela Câmara de Portalegre na Praça da República, em dezembro de 2020.

A peça é da autoria da escultora Maria Leal da Costa e de José Luís Hinchado Morales.

HYT // VAM

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG