O Jogo ao Vivo

Parlamento

Inspeção Interna preocupada com movimentos inorgânicos na forças de segurança

Inspeção Interna preocupada com movimentos inorgânicos na forças de segurança

A inspetora-geral da Administração Interna, Anabela Cabral Ferreira, afirmou, esta quarta-feira de manhã, no Parlamento, estar "preocupada com os movimento inorgânicos, sem rosto nem interlocutor", mas referiu não ter indicações de radicalização ou de infiltração de elementos da extrema-direita nas forças de segurança.

Anabela Cabral Ferreira, que falava na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdade e Garantias, sobre "Atuações discriminatórias por parte das forças e serviços de segurança no exercício das suas funções", respondia a um deputado sobre a infiltração de elementos radicalizados nas forças de segurança.

"Preocupamo-nos com os movimentos inorgânicos, sem rosto nem interlocutor. Mas nada nos permite afirmar que há radicalização. Estamos atentos, nomeadamente monitorizando as redes sociais, a discursos de ódio e de incitamento à violência", afirmou a juíza desembargadora Anabela Cabral Ferreira.

PUB

A intervenção da inspetora-geral da Administração Interna ocorreu quando falava sobre um requerimento apresentado pela deputada não inscrita Joacine Katar Moreira sobre atuações discriminatórias por parte das forças e serviços de segurança.

Anabela Cabral Ferreira garantiu que "não há um problema generalizado de tratamento discriminatório", o que "não significa que o problema não exista".

A inspetora-geral da Administração Interna recordou, também, que "não podemos esperar dos agentes das forças de segurança uma presunção de culpa".

"Os factos são sempre investigados, mas sobre o princípio da presunção da inocência", salientou, referindo depois, a propósito do caso de Cláudia Simões, uma cidadã portuguesa de ascendência angolana, alegadamente agredida no ano passado por agentes da PSP, na Amadora, que "o tempo dos processos não é o mediático nem o dos lesados", pois "há investigações que têm de ser feitas".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG