Sporting

Acusação diz que Bruno de Carvalho autorizou lançamento de tochas contra Rui Patrício

Acusação diz que Bruno de Carvalho autorizou lançamento de tochas contra Rui Patrício

Mustafá ordenou o arremesso de tochas acesas por membros da "Juve Leo" contra Rui Patrício no jogo contra o Benfica, a cinco de maio, após autorização de Bruno de Carvalho, diz a acusação.

Dez dias antes do ataque a Alcochete, a cinco de maio, cinco membros da "Juve Leo", sob orientação direta de Nuno Mendes, conhecido como "Mustafá", taparam-se com a bandeira principal da claque, esconderam a cara para dificultar a sua identificação e esperaram pela ordem para arremessar as tochas contra o guarda redes, refere o despacho de acusação, a que o JN teve acesso.

Ainda segundo a procuradora, as tochas tinham sido adquiridas adquiridas a mando de Mustafá, escondidas na sede da Juve Leo e depois colocadas sob os bancos da claque.

Mustafá dirigiu-se então para junto de Bruno de Carvalho e com a autorização do presidente, deu ordem para que as tochas fossem lançadas sobre Rui Patrício.

O jogador do Sporting teve que fugir para não ser atingido pelas tochas acesas que obrigaram à interrupção do jogo e queimaram a rede da baliza que defendia.

Logo a seguir ao ataque, membros da Juve Leo regozijaram-se pelo ato, tendo um dos autores do lançamento referido ter sido "a única coisa boa neste jogo".

ver mais vídeos