Guimarães

Lança carro contra esplanada para vingar paixão rejeitada

Lança carro contra esplanada para vingar paixão rejeitada

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve um homem, de 35 anos, suspeito de ter lançado o carro contra a esplanada de uma pastelaria, em Guimarães, provocando o pânico e só não atingindo ninguém porque os clientes conseguiram fugir.

O seu objetivo, informou agora a PJ, era atingir uma funcionária do estabelecimento "pela qual terá uma paixão não correspondida".

O caso aconteceu na última terça-feira, por volta das 13.30 horas, numa zona de grande movimento. Antes de chegar à esplanada da pastelaria Sonho Meu, o condutor ainda percorreu a grande velocidade o passeio da Avenida São Gonçalo, no centro da cidade.

O pretendente rejeitado conduzia um Opel Corsa e subiu o passeio de acesso à esplanada, lançando o carro contra a mesma e atingindo cadeiras e mesas.

De acordo com o comunicado emitido ontem pela Polícia Judiciária, quatro dos "clientes tiveram de fugir para não serem atropelados, bem como outros utentes que circulavam no passeio". O detido, que está desempregado, foi indiciado por quatro crimes de homicídio, na forma tentada, um por cada um dos clientes que estavam na esplanada.

Fugiu para casa

Depois de embater contra a esplanada, o homem fugiu no carro. A PSP foi chamada ao local e acabou por dar com ele em casa, no Bairro Manuel Machado, a poucos metros da pastelaria onde tudo aconteceu.

A identificação do suspeito acabou por ser fácil, uma vez que o assédio à funcionária já vinha sendo recorrente, nos últimos tempos, e o indivíduo era conhecido por isso mesmo.

Detido na esquadra

O suspeito foi levado para a esquadra da PSP, mas o caso passou para a alçada da Judiciária de Braga, que formalizou a detenção pelo crime de homicídio na forma tentada.

O detido vai ser presente às autoridades judiciárias competentes para aplicação das medidas de coação.

O JN contactou a gerência da pastelaria Sonho Meu, que não quis prestar declarações sobre o caso.