Lisboa

PJ investiga corrupção para eliminar inquéritos da ADSE a clínicas

PJ investiga corrupção para eliminar inquéritos da ADSE a clínicas

O inquérito por corrupção na ADSE envolve o "eventual pedido de contrapartidas ilícitas tendo em vista a eliminação de inquéritos abertos a clínicas com acordos com este Instituto", informou, esta terça-feira, a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

A PGDL esclarece ainda que "foram realizadas várias buscas domiciliárias e não domiciliárias, no âmbito de um inquérito que tem por objeto a investigação de suspeitas da prática de crimes de corrupção passiva em serviço da ADSE".

O inquérito do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa tem a coajuvação da Unidade Nacional contra a Corrupção da PJ.

Recorde-se que o presidente Carlos Liberato Batista demitiu-se em abril, alegando "motivos pessoais", dias antes de a TVI emitir uma reportagem que levantou suspeitas sobre a sua gestão na Associação de Cuidados de Saúde da antiga Portugal Telecom.

ver mais vídeos