Exclusivo

Lojista chinês manda raptar empresário para sacar 200 mil euros

Lojista chinês manda raptar empresário para sacar 200 mil euros

Vítima é promotor de vistos gold e recusou empréstimo a dono de bazar. Capangas pagos para extorquir dinheiro vindo de Hong Kong.

O dono de um bazar chinês de Atouguia da Baleia, Peniche, e seis cúmplices estão a ser julgados no Tribunal de Loures por crimes de sequestro, extorsão e roubo. O empresário queria sacar 200 mil euros a um compatriota, um agente imobiliário especializado em investimentos realizados no âmbito do processo de atribuição de vistos gold, que lhe tinha recusado um empréstimo de 30 mil euros. A vítima tinha acabado de receber os 200 mil euros de uma transferência bancária vinda de Hong Kong e era esse o dinheiro cobiçado.

O caso começou em março do ano passado, numa dependência do Novo Banco, na Lourinhã. Lá, o dono do bazar, situado na localidade de Alto do Veríssimo, ouviu uma conversa entre a vítima, a mulher desta e o bancário. O promotor de vistos gold confidenciava ao bancário que estava prestes a receber aquela avultada transferência.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG