O Jogo ao Vivo

GNR

Mãe e filha furtaram peças de louça e talheres de casa na Maia

Mãe e filha furtaram peças de louça e talheres de casa na Maia

Uma mulher, de 60 anos, e a filha, de 26, foram identificadas pela GNR da Maia por suspeitas de furto. A mais velha prestava trabalho doméstico numa residência e furtou, em conjunto com a filha, peças de louça de coleção, talheres e peças de linho de elevado valor

No âmbito de uma investigação por furto qualificado, que teve a duração de cerca de três meses, os militares da Guarda desenvolveram diversas diligências policiais, que permitiram identificar as duas suspeitas, na Maia e em Valongo, e localizar o material que havia sido furtado do interior de uma residência na Maia.

Segundo a GNR, "uma das suspeitas efetuou trabalhos domésticos numa residência e, aproveitando-se da relação laboral, tomou conhecimento da existência de diversas peças de louça de coleção, com um elevado valor patrimonial, assim como de conjuntos de talheres e peças em linho".

PUB

A mulher, em conjunto com a filha, furtava as peças e a GNR conseguiu apreender parte de uma coleção de louça, parte de uma coleção de louça chinesa pintada à mão, diversas toalhas em linho antigo e vários talheres.

As suspeitas foram constituídas arguidas, e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial da Maia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG