Alcochete

Mais de 200 mariscadores fiscalizados no Tejo. Três foram detidos

Mais de 200 mariscadores fiscalizados no Tejo. Três foram detidos

Mais de 200 mariscadores que apanhavam ameijoa no Tejo junto ao pontão da vila de Alcochete foram esta sexta-feira fiscalizados numa operação conjunta entre GNR, SEF, Polícia Marítima e Autoridades para as Condições do Trabalho. Dos mariscadores, 23 foram notificados para abandonar o país e três foram detidos por permanência ilegal no território. Um foi ainda notificado para regularizar a situação em Portugal.

A GNR apreendeu 1600 quilos de bivalves, cinco embarcações, duas balanças e uma ganchorra utilizada para a captura. A operação decorreu entre as 13 e as 18 horas desta quinta-feira no Pontão de Alcochete. Esta é uma zona onde a apanha de amêijoas era pouco relevante, mas que tem atraído mais mariscadores devido ao aperto policial que ocorre em outras zonas da região, como o Samouco ou Palhais.

A operação contou com 63 elementos das diferentes entidades envolvidas. As autoridades emitiram ainda dois autos de contraordenação por falta de licença para a captura de bivalves, seis autos de notícia relacionados com faltas de documentação, material nas embarcações (palamenta), meios de salvação, inscrições (matrícula), averbamento de motores, taxa de farolagem e balizagem, excesso de lotação e falta de habilitação legal para o governo de embarcações de recreio.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG