Exclusivo

Manuel Pinho suspeito de beneficiar EDP no Alqueva

Manuel Pinho suspeito de beneficiar EDP no Alqueva

Ex-ministro da Economia é suspeito de ter beneficiado a EDP. Pinho nega pacto corruptivo. Tribunal de Contas alertou para prejuízo do interesse público.

O Ministério Público (MP) acredita que a adjudicação à EDP, em 2007, da exploração da central hidroelétrica do Alqueva foi um dos negócios em que o ex-ministro Manuel Pinho (2005-2009) beneficiou a elétrica, alegadamente a troco de uma carreira académica nos Estados Unidos. Em 2016, o Tribunal de Contas considerara já que a concessão, atribuída por ajuste direto, não salvaguardou o interesse público.

As suspeitas constam dos factos mais recentemente imputados ao antigo governante, no âmbito do inquérito às rendas da EDP. Pinho, desde quarta-feira em prisão domiciliária no Algarve, tem negado a existência de qualquer pacto corruptivo com António Mexia, à data presidente da EDP e também arguido no processo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG