Algarve

Marinha resgata 37 migrantes em barco de sete metros

Marinha resgata 37 migrantes em barco de sete metros

Um grupo de 37 migrantes marroquinos foi resgatado, esta quinta-feira, de uma embarcação de madeira, cerca de 50 milhas náuticas (cerca de 90 quilómetros) a sul do Algarve. Foram encontrados pela Marinha em águas internacionais, levados para Portimão e entregues ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

A embarcação foi detetada ainda ao final da tarde de quarta-feira. Foram enviados meios para o local, tendo sido possível resgatar os tripulantes na manhã seguinte. Segundo o comandante da Zona Marítima do Sul, Fernando Rocha Pacheco, estavam "parados" em águas internacionais, num barco de madeira, com cerca de sete metros de comprimento, e pediram auxílio aos navios portugueses.

Entre os tripulantes, todos do sexo masculino, quatro com idades "entre os 15 e os 18 anos" e os restantes são "jovens adultos", sendo que "a maioria trazia documentos de identificação marroquinos", adiantou o comandante. "Alegaram estar no mar há já alguns dias", mas a origem e destino "terá de ser o SEF a investigar", acrescentou, sublinhando que "não se tratou de uma missão de interseção de migrantes, mas de busca e salvamento, já que foi pedido auxílio através de um navio da Marinha Mercante à Armada portuguesa para o resgate das pessoas".

Os migrantes foram transportados para o Ponto de Apoio Naval de Portimão e depois para o Cais Comercial. Aqui seriam testados à covid-19 e assistidos em tendas onde iriam pernoitar. Um desmaiou à chegada e outro coxeava, sendo sentado numa cadeira de rodas. Entre dezembro de 2019 e setembro de 2020, chegaram à costa algarvia 97 migrantes marroquinos em desembarques ilegais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG