Exclusivo

Ministro e chefia da PSP no Porto para acalmar ânimos após fecho de esquadras

Ministro e chefia da PSP no Porto para acalmar ânimos após fecho de esquadras

O ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, marcou, para esta segunda-feira, uma reunião com a PSP para analisar a "gestão do efetivo e das infraestruturas policiais" do Porto. O encontro decorrerá no Comando Metropolitano do Porto, dois dias depois de o JN ter revelado que o atendimento ao público nas esquadras do Infante e do Heroísmo foi suspenso devido à falta de polícias.

Nessa notícia, explicava-se que, no último fim de semana, a 9.ª Esquadra da PSP, a maior da cidade e situada no principal centro turística da Invicta, não dispôs de atendimento ao público, entre as 8 e as 16 horas. Os cartazes colados na porta alegavam "imperativos de ordem operacional", eufemismo para a falta de polícias.

Ao JN, o presidente da Associação Sindical dos Profissionais da Polícia, Paulo Santos, o presidente da União de Freguesias do Centro Histórico do Porto, Nuno Cruz, e o líder da Associação de Bares e Discotecas da Movida do Porto, Miguel Camões, teceram de imediato muitas críticas à decisão, alegando que a segurança estava em causa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG