Polícias

Movimento Zero ganha forma de associação e um rosto

Movimento Zero ganha forma de associação e um rosto

Ex-polícia lidera Núcleo de Amigos do MOV 0 e promete manter luta por melhores condições para as forças de segurança.

O Movimento Zero, até agora uma estrutura inorgânica constituída por polícias e que reivindicava melhores condições de trabalho para as forças de segurança, ganhou forma de associação e já tem um rosto. Trata-se de Hélder Gomes, que se apresenta como um ex-polícia e empresário. O Núcleo de Amigos do MOV 0, assim se denomina a associação, garante que "nenhum polícia a partir de hoje, dia 20 de novembro de 2021, ficará desamparado".

"Jamais algum polícia continuará a ser vítima isolada deste clima de medo! Por outro lado, a sua criação [do Núcleo de Amigos do MOV 0) pretende também implementar um forte elo de ligação entre a sociedade civil e a comunidade policial, a fim de melhorar a comunicação e a cooperação e a entreajuda entre ambas e incrementar-se uma participação e colaboração efetiva nas problemáticas que lhes são comuns", destaca a associação.

PUB

O Núcleo de Amigos do MOV 0 assegura que irá pautar-se "exatamente pelos princípios estruturais do Movimento Zero - Respeito, Dignidade e Valorização das Forças de Segurança" e terá "como principal objetivo a concretização de toda uma panóplia de campos de ação" que não pode ser levada a cabo pelo movimento inorgânico.
"Assistimos a polícias presos, literalmente, por impedirem a invasão de esquadras, punidos porque não se submeteram à coação institucional a favor de outros interesses, ostracizados por lutarem pelos direitos de todos nós, [e esses] vão ter aqui, nesta associação, o seu pilar de apoio", acrescentam os promotores do núcleo.

Recorde-se que o Movimento Zero surgiu em 2019, através das redes sociais e na sequência de uma decisão judicial que condenou vários agentes da esquadra de Alfragide. O próprio movimento garantia que reuniu cerca de 7500 elementos da GNR e da PSP e chegou a promover ações de protesto contra o Governo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG