GNR

Mulher identificada por maus-tratos a animais de companhia na Covilhã

Mulher identificada por maus-tratos a animais de companhia na Covilhã

A GNR resgatou quatro cães que estavam acorrentados na via pública e identificou uma mulher, de 46 anos, pelo crime de maus-tratos a animais de companhia, no concelho da Covilhã, distrito de Castelo Branco, foi este sábado anunciado.

Segundo o Comando Territorial da GNR de Castelo Branco, os animais foram resgatados, na quinta-feira, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) da Covilhã, no âmbito de uma investigação pelo crime de maus-tratos a animais de companhia.

"Os elementos do NPA verificaram que a suspeita era detentora de quatro cães que se encontravam acorrentados na via pública, subnutridos e sem condições de higiene, causando perigo para a saúde pública", refere a GNR em comunicado hoje enviado à agência Lusa.

De acordo com a nota, no decorrer da ação "foram ainda verificadas infrações referentes à identificação dos animais (chip), às condições de alojamento e à falta de vacina antirrábica, culminando na elaboração de cinco autos de contraordenação, que foram remetidos ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), à Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) e à Câmara Municipal da Covilhã".

Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial da Covilhã e os animais foram entregues no Canil Municipal daquela cidade.

A ação da GNR contou com o apoio da Autoridade Veterinária Municipal e do Destacamento de Intervenção (DI) de Castelo Branco.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG