Lisboa

Mulher pediu socorro a vizinhos para escapar a agressões do companheiro

Mulher pediu socorro a vizinhos para escapar a agressões do companheiro

A PSP deteve, em Lisboa, um indivíduo, com 31 anos, suspeito de agredir violentamente a companheira, que teve de sair de casa e pedir socorro a vizinhos. Ouvido em Tribunal ficou em prisão preventiva.

A PSP refere, em comunicado hoje divulgado, que a agressão ocorreu no dia 31 de março, e a vítima, com uma relação de cinco anos e três filhos menores com o companheiro, "tem vindo a ser alvo de ameaças e agressões ao longo dos últimos anos".

"O suspeito ao longo do tempo, tendeu a aumentar os níveis de agressividade para com a vítima, usando a injúria como arma de ofensa e humilhação junto da comunidade no qual estão inseridos", sublinha a Polícia.

PUB

No dia 1 de março o homem evoluiu para agressões físicas, que se prolongaram até ao dia 31 de março, quando, após ser agredida violentamente, a vítima fugiu para o exterior da residência pedindo socorro aos vizinhos.

"As agressões cessaram com a intervenção de vizinhos que assim, salvaguardaram a integridade física da vítima até à chegada dos polícias. Dada a sensibilidade da situação e fragilidade apresentada pela vítima e das crianças, os polícias, após denúncia da vítima, procederam de imediato à interceção do suspeito", afirmou a PSP.

Após a recolha de prova testemunhal, procedeu-se à detenção do agressor através de mandado de detenção fora de flagrante delito. Ouvido em primeiro interrogatório judicial, foi-lhe aplicada a medida de coação mais gravosa de prisão preventiva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG