Exclusivo

Negócios do futebol sob suspeita do Fisco já somam 500 milhões

Negócios do futebol sob suspeita do Fisco já somam 500 milhões

Análise de documentação apreendida na operação "Fora de Jogo" aumenta montante das transações suspeitas de fuga ao Fisco e branqueamento de capitais.

O montante dos negócios no futebol português que estão a ser investigados pelo Fisco é astronómico. São já cerca de 500 milhões de euros em transferências, que envolvem tanto clubes nacionais como estrangeiros. A análise da documentação apreendida aquando da operação "Fora de Jogo" permitiu aos inspetores tributários mais do que duplicar a extensão da investigação, que, em março, abarcava transações avaliadas em cerca de 200 milhões de euros.

Segundo as informações recolhidas pelo JN, os inspetores da Direção de Serviços de Investigação da Fraude e de Ações Especiais da Autoridade Tributária (DSIFAE/AT) têm o objetivo de passar a pente fino todos os negócios, sem exceção, realizados por 14 agentes e intermediários. Um deles, considerado um dos principais arguidos do caso e aquele que mais dinheiro movimenta, é o patrão da empresa Gestifute, Jorge Mendes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG