Montijo

Oito anos de prisão por atrair e violar menina em escadas de prédio 

Oito anos de prisão por atrair e violar menina em escadas de prédio 

O Tribunal de Almada condenou um homem de 53 anos a oito anos e seis meses de prisão, por ter violado uma menina de sete anos, enquanto brincava com esta no prédio onde a vítima vivia no Montijo. O caso ocorreu em agosto de 2020 e apenas a intervenção de uma vizinha, que perante o barulho decidiu averiguar o que se passava, cessou a violação.

O arguido estabeleceu uma relação de proximidade e confiança com a mãe e a menina e chegava a frequentar a casa onde viviam. No dia 24 de agosto de 2020, o arguido, aproveitando o facto de estar sozinho com a criança a brincar nas escadas do prédio, violou-a.

A vítima resistiu sem sucesso, mas os gritos fizeram com que uma vizinha residente no mesmo prédio saísse de casa. Perante a testemunha, o agressor cessou a violação e fugiu.

PUB

O homem sem profissão conhecida foi detido pela Polícia Judiciária de Setúbal novembro de 2020 e colocado em prisão preventiva. A investigação apurou que esta não foi a primeira violação que a menina sofreu às mãos do agressor.

Em tribunal ficou provado que o arguido já tinha abusado sexualmente da menor noutras duas ocasiões. O arguido foi condenado pela prática de um crime de violação agravada e de dois crimes de abuso sexual de crianças, na pena única de oito anos e seis meses de prisão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG