Justiça

Polícia brasileira extradita cidadão português preso no nordeste do país em 2019

Polícia brasileira extradita cidadão português preso no nordeste do país em 2019

A Polícia Federal (PF) brasileira realizou, na quarta-feira, o procedimento de extradição de um cidadão português, preso em novembro de 2019 na cidade de Maragogi, no nordeste do país.

O homem português havia sido condenado, em Portugal, pela prática dos crimes de lenocínio e de auxílio à imigração ilegal.

"O extraditado havia sido preso em Maragogi, estado de Alagoas, em cumprimento à ordem do Supremo Tribunal Federal (STF), que acatou o pedido do Estado Lusitano, no sentido de dar cumprimento à pena de quatro anos e dois meses de reclusão, em razão da prática do crime de lenocínio na forma continuada e de auxílio à imigração ilegal", indicou a PF em comunicado.

Após a prisão do português em novembro de 2019, o STF autorizou a extradição para Portugal, com base na Convenção de Extradição entre os Estados Membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), situação que foi agora efetivada pela Polícia Federal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG