Crime

Polícia deteve "terror" dos comerciantes de Aveiro

Polícia deteve "terror" dos comerciantes de Aveiro

A PSP deteve, em Aveiro, um jovem, com 19 anos, que é suspeito de ter assaltado 23 estabelecimentos da cidade em apenas 10 meses, espalhando "o medo e a insegurança entre os comerciantes de Aveiro".

O assaltante é toxicodependente e utilizava o dinheiro que resultava da venda dos objetos furtados para comprar de droga, segundo revelou, na manhã desta quarta-feira, o comandante da Esquadra de Investigação Criminal da PSP de Aveiro, González Vieira, em conferência de imprensa.

O indivíduo foi detido na manhã de segunda-feira quando se encontrava em casa, em Aveiro, poucas horas depois de ter assaltado mais um estabelecimento, atuando como sempre: de noite ou de madrugada, depois das lojas e bares fecharem, arrombava a porta ou janelas e levava o que podia.

Entre os furtos estão, por exemplo, a Estação de Correios, na Praça Marquês de Pombal, situada a 100 metros da sede do Comando Distrital da PSP, e o Bar do Estudante da Associação Académica da Universidade de Aveiro.

O detido, que ficou em prisão preventiva, já tinha cadastro e aguardava julgamento por outros crimes de furto.

Nas buscas a Polícia ainda conseguiu recuperar alguns bens, nomeadamente telemóveis, relógios e outros objetos, para além de uma arma de ar comprimido. Mas muitos outros foram vendidos ao longo dos últimos meses, não contando com as "centenas de euros" retirados das máquinas registadoras e cofres dos comerciantes.

PUB

Para além dos 23 furtos a estabelecimentos, o detido é igualmente suspeito de um roubo de um telemóvel por esticão a um homem, neste caso durante o dia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG