Crime

"Siga" da Pasteleira detido em Gaia após assaltar farmácia

"Siga" da Pasteleira detido em Gaia após assaltar farmácia

A PSP deteve, em Valadares, Gaia, o "Siga" da Pasteleira, com 37 anos, que tentou assaltar uma farmácia. E só não conseguiu porque foi intercetado por diversas pessoas, que o seguraram até à chegada dos agentes. O assaltante é conhecido das autoridades desde os 11 anos, quando começou a roubar carros.

O assalto ocorreu, pouco antes da 16 horas, na Rua do Professor Amadeu Santos, em Valadares, quando o Bruno Silva, ou "Siga", entrou no estabelecimento e, sob a ameaça de uma arma de fogo, obrigou o funcionário a entregar-lhe o dinheiro que havia na caixa registadora.

Ainda tentou fugir numa moto que deixara estacionada nas proximidades da farmácia, mas foi detido por diversas pessoas que se aperceberam do assalto e se envolveram em confrontos com ele até à chegada da Polícia.

Na sua posse tinha uma arma de fogo, utilizada no roubo, e um gorro, objetos que lhe foram apreendidos, assim como uma navalha, que deixara cair no interior da farmácia quando bateu num expositor, o capacete e o motociclo em que tentou fugir.

A PSP verificou, ainda, que o detido havia cumprido pena de prisão efetiva no Estabelecimento Prisional do Porto, tendo saído em liberdade em março do ano passado.

"Siga", que também ganhou a alcunha de "Rei da Pasteleira", bairro do Porto onde nasceu e cresceu, viveu praticamente toda a vida à margem da lei. Terá roubado o seu primeiro carro com apenas 11 anos e há quem lhe atribua o furto de uma viatura policial.

Só aos 16 anos começou a cumprir penas de prisão, e foram tantas que já terá passado cerca de 20 anos recluído, seja em centros educativos ou em cadeias.

PUB

As medidas de coação relativas ao assalto à farmácia só deverão ser conhecidas na quarta-feira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG