Mirandela

Prisão domiciliária para homem detido por ameaças e posse de armas proibidas

Prisão domiciliária para homem detido por ameaças e posse de armas proibidas

O Juiz de Instrução Criminal do Tribunal de Mirandela determinou, esta segunda-feira, que um homem de 29 anos detido pela GNR, no sábado à noite, em São Pedro de Vale do Conde, suspeito dos crimes de ameaças e posse de armas proibidas, vai aguardar julgamento com obrigação de permanência na habitação, medida que será controlada por pulseira eletrónica.

Apesar de ter sido esta a medida de coação, a sua aplicação prática só acontecerá após a equipa de vigilância eletrónica da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais verificar se a habitação do detido reúne condições para a sua implementação. Até que isso aconteça, o homem de 29 anos fica em prisão preventiva.

Em comunicado, o Comando Territorial da GNR de Bragança adianta que a detenção aconteceu numa ação de patrulhamento, e que a GNR verificou um conflito entre vários cidadãos, acabando por deter um homem que estava a fazer ameaças. Foi ainda feita uma busca a um carro e foram apreendidos um revolver, um chicote e um machado.

O suspeito já estava referenciado por conduzir sem carta e embriagado, por posse de armas proibidas, ameaças e violência doméstica.

Aliás, ao que apuramos, já na semana passada, o detido tinha sido condenado por violência doméstica contra os pais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG