Famalicão

Proibido de se aproximar da ex-mulher, cortou pulseira e foi bater-lhe à porta

Proibido de se aproximar da ex-mulher, cortou pulseira e foi bater-lhe à porta

Um homem cortou a pulseira eletrónica que controlava o impedimento de se aproximar da ex-mulher e foi bater-lhe à porta, em Landim, Famalicão. Acabou detido pela GNR.

O homem de 36 anos, a residir em Esposende, sujeito a proibição de contactos e de se aproximar da ex-mulher por suspeitas de violência doméstica, cortou a pulseira eletrónica e seguiu para casa da ex-mulher em Landim, Famalicão. Lá chegado, foi intercetado por uma patrulha da GNR, que o deteve.

Presente ao tribunal de Famalicão, ficou em prisão preventiva e foi transportado para a cadeia de Paços de Ferreira.

A GNR de Riba de Ave deteve ainda um outro indivíduo de 62 anos por ter ameaçado de morte a ex-mulher. Os militares foram chamados a casa da vítima porque o suspeito ali se teria deslocado e estaria a ameaçá-la. Quando a patrulha chegou ao local, o homem proferiu ameaças de morte à vítima, tendo logo sido detido. Presente ao tribunal, ficou sujeito a controlo através de pulseira eletrónica.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG