Exclusivo

Prostituição de luxo rende meio milhão de euros a rede

Prostituição de luxo rende meio milhão de euros a rede

Clientes pagavam 150 euros/hora por serviços sexuais contratados em site de acompanhantes de luxo. Denúncia de três prostitutas levou Polícia Judiciária a deter cabecilhas da rede

Um casal e uma amiga lucraram, durante seis anos, pelo menos, meio milhão de euros com uma rede de prostituição de luxo. O esquema foi, agora, desmantelado pela Polícia Judiciária do Porto, depois de três mulheres, obrigadas a entregar a maior parte dos 150 euros que cobravam por uma hora de serviços sexuais, terem denunciado uma organização, cujos três mentores, com idades entre os 34 e os 46 anos, foram detidos por tráfico de pessoas, lenocínio agravado, auxílio à imigração ilegal, fraude fiscal e branqueamento.

O casal, residente numa quinta de Amares, e a comparsa, a viver no Porto, tinham tudo muito bem delineado. Por indicação de outras prostitutas que já estavam em Portugal, convidavam mulheres (todas oriundas do Brasil e que preenchiam os requisitos de beleza e apresentação estabelecidos) a atravessarem o Atlântico com o intuito de aqui se prostituírem. As vítimas entravam no país com um visto de turista e sabendo o que as esperava, mas sem desconfiar que, uma vez instaladas, lhes seriam retirados os documentos de identificação. Findo o período do visto, permaneciam em Portugal ilegalmente e dependentes dos cabecilhas da rede.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG