Campanha

Radares detetaram 20 mil condutores em excesso de velocidade

Radares detetaram 20 mil condutores em excesso de velocidade

Um total de 3,3 milhões de veículos foi fiscalizado em controlo de velocidade por radar durante a campanha "Viajar sem pressa", da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR). Realizada entre os dias 16 e 23 de agosto permitiu detetar 19,7 mil condutores a circular com excesso de velocidade.

A campanha da ANSR, GNR e PSP teve como objetivo alertar os condutores para os riscos da condução em excesso de velocidade, estando Inserida no Plano Nacional de Fiscalização de 2022, que contemplou operações de fiscalização realizadas pela GNR e PSP em Lisboa, Coina, Torres Novas, Castelo Branco, Leiria e Trofa. Idênticas ações ocorreram na Região Autónoma da Madeira.

Durante as operações das Forças de Segurança foram fiscalizados em controlo de velocidade por radar 3,3 milhões de veículos, 92% dos quais pelo SINCRO (Sistema Nacional de Controlo de Velocidade), da responsabilidade da ANSR.

PUB

Dos veículos fiscalizados, 19,7 mil circulavam com excesso de velocidade, dos quais 5,5 mil foram detetados pelos radares das Forças de Segurança e 14,2 mil pelos da ANSR.

No período da campanha registaram-se 2 849 acidentes com vítimas, de que resultaram 16 mortos (12 deles eram homens, com idades entre os 24 e 87 anos), 70 feridos graves e 939 feridos leves.

De acordo com a ANSR, relativamente ao período homólogo de 2021, verificaram-se mais oito acidentes, menos duas vítimas mortais, mais sete feridos graves e menos 13 feridos leves.

Os acidentes ocorreram nos distritos de Viana do Castelo, Porto (três), Aveiro, Viseu (dois), Coimbra, Castelo Branco, Santarém (dois), Lisboa, Setúbal (dois) e Évora.

Estes acidentes resultaram de oito despistes (quatro automóveis, dois motociclos, um velocípede elétrico e um trator), cinco colisões (seis automóveis, dois motociclos, um ciclomotor e um veículo agrícola) e dois atropelamentos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG