Europol

Rede internacional usava aeroportos nacionais para imigração ilegal

Rede internacional usava aeroportos nacionais para imigração ilegal

A Europol desmantelou uma rede internacional de imigração ilegal que usava aeroportos portugueses e espanhóis para introduzir cidadãos da Albânia no Reino Unido e Estados Unidos da América. Foram detidos 18 suspeitos em Espanha.

As autoridades estimam que a organização criminosa tenha conseguido auxiliar a entrada ilegal de mais de 400 albaneses no Reino Unido e nos Estados Unidos. Até ao momento, foram feitas 46 detenções e apreendidos mais de mil documentos falsos.

A operação liderada pela Polícia Nacional de Espanha, coordenada pela Europol e com a colaboração de várias outras forças policiais, incluindo a portuguesa, culminou com uma ação em Terragona, Espanha, no passado dia 29 de junho. Foram detidos 18 suspeitos e apreendidos vários documentos falsos, registos financeiros, dinheiro e estupefacientes.

A investigação sobre o aumento do uso de documentação falsa por parte de emigrantes das Balcãs iniciou-se em 2019. Numa primeira fase das diligências foi possível desmantelar uma célula criminosa sedeada na ilha de Saint Maarten, nas Caraíbas, que introduzia imigrantes albaneses ilegais nos Estados Unidos da América.

Depois, em dezembro de 2020, foram detidos "correios" que se deslocavam ao Kosovo e à Albânia para distribuir os documentos falsificados. Em março de 2021, seriam descobertas quatro oficinas gráficas onde se falsificavam documentos.

As diligências subsequentes permitiram às autoridades identificar uma rede baseada no Reino Unido e na Irlanda que geria os voos e a receção dos imigrantes naqueles países. Graças a informações partilhadas pelo Departamento de Segurança Interna dos EUA, foi ainda possível identificar um dos líderes da organização em Espanha.

Segundo um comunicado da Europol, era a partir dos aeroportos espanhóis e também portugueses que este suspeito e os cúmplices conduziam os migrantes, já com documentação francesa falsa, para os locais de destino no Reino Unido e Irlanda.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG