Exclusivo

Ronaldo demoliu anexo ilegal no Gerês e deu recheio a famílias carenciadas

Ronaldo demoliu anexo ilegal no Gerês e deu recheio a famílias carenciadas

Cristiano Ronaldo já demoliu a Casa do Caseiro, anexa à mansão que mandou construir na margem da Albufeira da Caniçada, no Gerês, devendo começar nos próximos dias o desmantelamento do campo de ténis/futebol, após confirmação judicial, da ilegalidade de ambas as construções. Todo o recheio do anexo, desde mobílias a eletrodomésticos, foi doado a famílias carenciadas.

O capitão da seleção nacional, assim como o arquiteto da obra, João Pimenta, não responderão por crimes de falsificação de documentos e violação de regras urbanísticas, após prescrição confirmada judicialmente. Ronaldo escapou também ao julgamento que decorrerá em breve no tribunal de Braga por obras ilegais na área aquática protegida do Parque Nacional da Peneda-Gerês. São 31 arguidos acusados por 43 construções na Albufeira da Caniçada.

Cristiano Ronaldo é formalmente o dono da moradia, situada no lugar de Assento, freguesia de Valdosende, Terras de Bouro, que lhe custou quatro milhões de euros, mas terá vendido a propriedade, há dois anos, ao também internacional português Pepe, por menos 1,5 milhões. Por isso, é o jogador do Manchester United quem tem de resolver as ilegalidades do anexo e do campo de jogos. Está obrigado a demolir ambos até 21 de março do próximo ano e deixar os terrenos como estavam, bem como parte dos muros e das vedações.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG