Penafiel

Suspeito de mais de 50 furtos detido após perseguição da GNR

Suspeito de mais de 50 furtos detido após perseguição da GNR

Cadastrado estava alcoolizado e ainda tentou fugir a pé. Furtava carros para se deslocar até às habitações, espaços comerciais e fábricas que assaltava e agora está em prisão preventiva

Um cadastrado, de 46 anos, é suspeito de ter efetuado mais de 50 furtos em toda a região do Vale do Sousa, nos últimos dois anos. Em quase todos os crimes, começava por furtar um carro para se deslocar até junto das habitações, estabelecimentos comerciais e fábricas que invadia para roubar tudo o que podia. O mesmo método foi usado no último fim-de-semana, mas o assaltante foi detido pela GNR após se ter despistado, ao volante de mais um automóvel furtado, durante uma perseguição.

Foi no passado sábado que o homem, residente no Marco de Canaveses, furtou mais uma viatura em Paredes, com a qual iria cometer outro furto. Porém, a GNR conseguiu localizá-lo e iniciou uma perseguição que só terminaria vários quilómetros depois. Para evitar a detenção, o suspeito circulou a grande velocidade, despistou-se e já com o carro imobilizado ainda tentou fugir a pé.

PUB

Sem sucesso. A patrulha da GNR deteve-o e, no posto de Penafiel, percebeu que apresentava uma taxa de álcool a rondar os 1,8 gramas por litro de sangue e que se tratava de um indivíduo em nome do qual havia mandados de detenção emitidos, na sequência de diligências realizadas pelo Núcleo de Investigação Criminal da Guarda.

Invadiu vestiários de fábrica

Com condenações anteriores por furto, roubo, desobediência, burla informática e condução perigosa, o homem terá efetuado mais de 50 furtos, desde 2020. Invadiu habitações e espaços comerciais para furtar dinheiro e objetos de valor que, posteriormente, vendia ou trocava por droga, em locais conotados com o tráfico de estupefacientes da cidade do Porto.

Noutros casos, também entrou às escondidas em fábricas e, numa delas, furtou cerca de dois mil euros que estavam guardados num cofre. Noutra, invadiu os vestiários dos funcionários e furtou o dinheiro que encontrou nas carteiras.

Todos os automóveis furtados pelo agora detido foram abandonados após a realização dos furtos, alguns dos quais com danos avultados.

Devido aos muitos crimes de que é suspeito, o detido foi posto em prisão preventiva pelo juiz de instrução criminal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG