Crime violento

Suspeito de roubo e sequestro detido pela PJ no Porto

Suspeito de roubo e sequestro detido pela PJ no Porto

A Polícia Judiciária deteve um homem, de 37 anos, suspeito de ter assaltado, com um cúmplice apanhado pelas autoridades há 15 dias, o ocupante de uma autocaravana, no Porto. A vítima foi agredida, amarrada e obrigada a dar código do cartão bancário. Sequestro durou cinco horas, enquanto os indivíduos faziam compras em Santo Tirso.

De acordo com a PJ, no dia 29 de setembro, cerca das 07.00 horas, "o arguido, acompanhado de um outro indivíduo, anteriormente detido por esta Polícia e que já se encontra em prisão preventiva, abordou o ofendido quando este se encontrava a dormir no interior de uma autocaravana, agredindo-o e amarrando-o de pés e mãos, na parte traseira daquela viatura".

Após ser sujeito a "violentas sevícias", conseguiram que a vítima revelasse o código do seu cartão bancário.

Os suspeitos levaram a autocaravana para a zona de Santo Tirso onde fizeram levantamentos em caixas multibanco e realizaram várias compras em estabelecimentos comerciais. Durante cinco horas, o arguido ficou manietado de braços e pernas enquanto os ladrões usavam o seu cartão.

Aproveitando um momento de desatenção de um dos sequestradores, a vítima conseguiu libertar-se e fugir. Um dos criminosos viria a ser detido no Porto.

O agora detido, desempregado, com antecedentes criminais por crimes contra a propriedade e tráfico de estupefacientes, vai ser levado esta quinta-feira para o Tribunal de Instrução Criminal do Porto para ser submetido ao primeiro interrogatório judicial.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG