Exclusivo

Taxista que recebeu bombeiros a tiro acusado de 12 crimes

Taxista que recebeu bombeiros a tiro acusado de 12 crimes

Fez disparos e explosões para travar diligência de agente de execução e evitar que ex-mulher recebesse dinheiro da venda de imóvel.

José Carlos Guerra, o homem que na tarde do dia 16 de fevereiro atirou sobre os operacionais que se deslocaram para o combate a um incêndio, numa antiga serralharia na aldeia de Vale de Madeiros, em Canas de Senhorim, no concelho de Nelas, acaba de ser acusado pelo Ministério Público (MP) de 12 crimes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG