O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Testemunhas do homicídio de Igor na festa do título ameaçadas de morte

Testemunhas do homicídio de Igor na festa do título ameaçadas de morte

Amigos da vítima sofreram de súbita "amnésia" e outros referem temer represálias por parte dos detidos.

Há testemunhas do homicídio de Igor Silva, morto com 18 facadas durante a festa do título do F.C. Porto, que estão a ser pressionadas para alterar o depoimento e assim minimizar a intervenção de Marco "Orelhas", entretanto colocado em prisão preventiva. A convicção é do juiz de instrução criminal do Porto, que registou ameaças de morte contra amigos da vítima mortal. Algumas testemunhas poderão vir a beneficiar de proteção policial.

Marco Gonçalves, conhecido como "Orelhas", o seu filho Renato, o tio deste apelidado "Chanfra" e ainda um quarto indivíduo, que responde pela alcunha de Xió, são os quatro arguidos que foram colocados em prisão preventiva pelo homicídio de Igor Silva. Embora as autoridades não tenham dúvidas de que Renato, 19 anos, foi o único a esfaquear a vítima e por isso já tinha sido preso há cerca de três semanas, a justiça entendeu que os outros três tiveram uma intervenção direta na morte.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG