Crime

Trio que abalroou carro da GNR e feriu militar mandado em liberdade

Trio que abalroou carro da GNR e feriu militar mandado em liberdade

Os dois homens e uma mulher envolvidos, na noite do passado sábado, numa aparatosa fuga e abalroamento de uma viatura da GNR de Cucujães, Oliveira de Azeméis, e do qual resultaram ferimentos num militar, foram mandados em liberdade após interrogatório judicial. O condutor da viatura furtada era procurado pelas autoridades, depois de ter cortado a pulseira eletrónica determinada no âmbito de um outro crime de roubo.

Para além dos ferimentos provocados no militar da GNR, o trio encetou a fuga ao longo de vários quilómetros, desrespeitando linhas contínuas e sinal vermelho, circulando em contramão e colocando em risco a vida de várias pessoas. A GNR chegou a disparar quatro tiros de intimidação para o ar durante a fuga.

Ouvidos no Tribunal da Feira, o condutor, um homem de 40 anos, residente em Guimarães, ficou com apresentações quinzenais nas autoridades como medida de coação.

Os outros dois envolvidos, um homem residente em Oliveira de Azeméis, que é irmão do condutor, e uma mulher, residente em Fafe, ficaram com o Termo de Identidade e Residência.

Apesar de ser restituído à liberdade no âmbito dos acontecimentos de sábado, o condutor acabaria por ser detido, ainda nas instalações do Tribunal da Feira, por elementos da Esquadra de Investigação Criminal da Divisão Policial de Guimarães.

Deram, desta forma, cumprimento a um mandado de detenção pelo facto do homem não se encontrar a cumprir a medida de coação imposta no âmbito de um outro processo pelo crime de roubo.

PUB

Terá cortado a pulseira eletrónica, vindo a efetuar o furto da viatura no passado dia 26, num stand situado em Sobrosa, Paredes.

No dia seguinte, o carro foi avistado por uma patrulha da GNR de Santa Maria da Feira com os três elementos em causa no seu interior.

A patrulha foi no encalço dos fugitivos que ultrapassaram várias viaturas sem sinalizar a referida ultrapassagem e não respeitando qualquer traço continuo nem a paragem em passadeiras.

O condutor também não respeitou o sinal vermelho existente na Avenida 25 de Abril com a Rua Professor Egas Moniz e circulou nessa zona em contramão, colocando em risco os outros condutores.

Seguiu depois para a zona histórica da cidade da Feira onde estaria a preparar-se para entrar numa zona pedonal. Um dos militares da GNR disparou para o ar como forma de intimidação, mas nem assim o condutor parou a deslocação.

Já em Cucujães, o condutor foi confrontado com uma viatura da GNR local com a qual colidiu. Um dos militares sofreu traumatismo craniano, sendo assistido no Hospital.

No carro roubado foi encontrado um bastão e na mala da mulher uma faca de cozinha.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG