Futebol

Venda de Osorio ao F. C. Porto leva Fisco a fazer buscas no Tondela

Venda de Osorio ao F. C. Porto leva Fisco a fazer buscas no Tondela

A SAD do Tondela foi alvo de buscas, esta quinta-feira de manhã, por parte da Autoridade Tributária e Aduaneira. Em causa, sabe o JN, está a transferência do jogador Osorio dos auriverdes para o F. C. Porto, na época 2017/2018.

"Uma equipa de inspetores da Autoridade Tributária e Aduaneira esteve esta quinta-feira no Estádio João Cardoso onde solicitou ao CD Tondela colaboração numa operação que está a desenvolver", confirmou, em comunicado, o Tondela.

Na mesma nota, publicada na sua página na Internet, o clube tondelense garante ter prestado "o auxílio pedido no acesso a toda a documentação e informação numa conduta totalmente cooperante com os inspetores e operação em causa".

Esta diligência terá sido realizada no âmbito da Operação Fora de Jogo, que ontem levou as autoridades a realizar buscas ao empresário Jorge Mendes e ao ex-jogador Deco.

A prestação do internacional venezuelano Yordan Osorio despertou, na temporada 2017/2018, o interesse de vários clubes. O passe do jogador pertencia, na altura, ao CD Tondela e a Deco.

Os tondelenses, nessa época, pediam 2,5 milhões por metade do passe do defesa central, hoje com 27 anos.

Cinco clubes desde 2017

PUB

Yordan Osorio chegou ao futebol português em janeiro de 2017, proveniente do Zamora, da Venezuela, para assinar contrato com o Tondela.

Seria emprestado ao F. C. Porto em janeiro de 2018, tendo sido vendido, segundo o site Transfermarkt, por dois milhões de euros, no final da temporada 2017/18.

O defesa central apenas fez um jogo oficial pelo F.C. Porto, naquela época, e foi emprestado ao Vitória Sport Clube (Guimarães).

Na época seguinte (2019/20), esteve ao serviço dos russos do Zenit, que pagaram ao F. C. Porto um milhão de euros pelo empréstimo do futebolista venezuelano.

Já em outubro de 2020, o jogador foi vendido pelos portistas ao Parma, de Itália, por 4,10 milhões de euros, clube que representa até ao momento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG