Lisboa

Violou menina deficiente centenas de vezes ao longo de sete anos

Violou menina deficiente centenas de vezes ao longo de sete anos

Um homem de 56 anos foi detido por suspeita de ter cometido centenas de crimes de abuso sexual de crianças em Lisboa. A vítima dos crimes, portadora de deficiência física, era neta da companheira do suspeito.

Os abusos sexuais começaram, pelo menos, em finais de 2014, quando a menina tinha apenas cinco anos e prolongaram-se por sete anos, até setembro deste ano, altura em que a vítima relatou os acontecimentos.

Segundo um comunicado da Polícia Judiciária (PJ), o arguido aproveitou-se do facto de a criança ter uma deficiência física incapacitante para a molestar sexualmente. As centenas de abusos ocorreram na residência do abusador mas também na casa de família da vítima, ambas em Lisboa.

Além dos abusos, o homem exercia sobre a menina "constantes atos de violência psicológica", sujeitando-a um "temor permanente para evitar a denúncia, ameaçando-a que seria institucionalizada, retirada da família e colocada num colégio interno", refere a PJ.

Em setembro deste ano, a menina relatou os factos e a PJ desenvolveu "uma investigação que logrou recolher sólidos elementos probatórios que permitiram a forte indiciação do suspeito, tendo-se procedido à sua detenção fora de flagrante delito".

O homem foi apresentado a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa e ficou em prisão preventiva. Está indiciado de centenas de crimes de abuso sexual de crianças, na sua forma agravada, e centenas de crimes de coação, igualmente, na sua forma agravada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG