Braga

Por que se pergunta "és de Braga" a quem deixa a porta aberta?

Por que se pergunta "és de Braga" a quem deixa a porta aberta?

São muitos os que atiram de pronto um irritado "és de Braga?" quando alguém deixa a porta aberta, mas raros os que conhecem uma explicação minimamente plausível para a utilização daquela expressão.

A explicação mais conhecida para aquela expressão tem, de facto, a ver com o Arco da Porta Nova, que, como o nome diz, é uma nova porta na muralha de Braga mandada construir no início do século XVI pelo arcebispo Diogo de Sousa.

Como, na altura, já não havia guerras e como a cidade já se estendia para fora dos muros, não foi colocada nenhuma porta naquele arco, assumindo-se assim os bracarenses como pioneiros em deixar as portas das muralhas abertas.

A partir daí, os habitantes de Braga ficaram para sempre conotados como aqueles que não fecham a porta.

Outra explicação reza que havia um sábio de Braga que muitas vezes era chamado para ir à casa das pessoas dar conselhos e que, porque as habitações eram sombrias, ele sempre pedia para deixarem a porta aberta.

Alegava que assim beneficiava de uma brisa que lhe arejava o cérebro, permitindo-lhe dar melhores conselhos.

Há ainda uma outra explicação que defende que a expressão "és de Braga?" resultará do espírito comunitário reinante na região, em que era normal as pessoas deixarem a porta de casa aberta para que os vizinhos pudessem entrar sempre que quisessem.

Outras Notícias