Premium

Ar condicionado de luxo da Câmara de Guimarães desligado para poupar

Ar condicionado de luxo da Câmara de Guimarães desligado para poupar

Sistema de ar condicionado AVAC custou um milhão à Câmara de Guimarães, mas consome muita energia. Funcionários queixam-se.

O sistema de aquecimento, ventilação e ar condicionado (AVAC) da Câmara de Guimarães está sem funcionar praticamente desde que foi instalado, em 2010, porque consome muita energia. O equipamento é um dos mais luxuosos do país e o JN conseguiu ter acesso à ata da deliberação da compra, que mostra que o preço final foi de 813 mil e 400 euros, mais IVA, o que dá um total de um milhão de euros.

É uma verba gasta pelo erário público que raramente teve utilidade, pois o sistema apenas foi ligado algumas vezes desde que acabou de ser colocado, em 2010.