Mau tempo

Forte queda de granizo destruiu culturas agrícolas em Vinhais

Forte queda de granizo destruiu culturas agrícolas em Vinhais

Cerca de uma centena de agricultores e residentes em Celas e Mós de Celas, no concelho de Vinhais, sofreram prejuízos nos soutos e nas culturas hortícolas decorrentes de trovoadas, com chuva intensa e queda de granizo, que se abateram nestas aldeias nos últimos dois dias.

Os soutos recentes, cujas árvores são ainda jovens, foram os que mais sofreram com o granizo, que até arrancou a casca dos troncos, bem como o cereal e as hortícolas.

"As perdas nas hortas são da ordem dos 80%, muitos perderam tudo, mas a fruta também foi muito afetada. Na quarta-feira, em dois momentos caiu granizo, com pedras grandes. Inicialmente caiu durante uns 30 minutos, depois parou 10 minutos e retomou por mais 40 a 45 minutos. Na quinta-feira, voltou a chover com grande intensidade e as terras ainda estavam saturadas de água, o que agravou a situação e os prejuízos. Está tudo estragado", explicou Hilário Martins, membro da junta de freguesia de Celas.

Uma fonte da Câmara de Vinhais indicou que técnicos municipais estão esta sexta-feira a visitar a localidade de modo a inteirarem-se da situação e contabilizarem os estragos para, posteriormente, enviar a relação dos prejuízos para a Direção Regional de Agricultura do Norte, com o objetivo de tentar obter algum tipo de ajuda para os agricultores afetados.

Além das culturas agrícolas, Hilário Martins referiu que ficaram danificados vários caminhos rurais, alguns ficaram completamente intransitáveis, bem como os canais de rega do regadio de Celas. "Já tínhamos gasto uns dois mil euros em jeiras a mandar limpar o regadio e agora terá que ser tudo limpo outra vez e reparado. Há ainda uma ou outra queixa de moradores, que ficaram com os rés-do-chão das casas inundadas e com eletrodomésticos estragados", acrescentou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG