Covid-19

Surto em Lagos devido a festa ilegal com 76 casos de covid-19. Feitos 1222 testes

Surto em Lagos devido a festa ilegal com 76 casos de covid-19. Feitos 1222 testes

São já 76 os infetados por covid-19 na sequência da festa ilegal que decorreu em Odiáxere, no concelho de Lagos, no passado dia 7. O número foi avançado, esta sexta, pela delegada-regional de Saúde do Algarve, Ana Cristina Guerreiro.

Entre os infetados - 34 confirmados nas últimas 24 horas - estão nove crianças, familiares de pessoas que estiveram presentes na festa. Há seis pacientes internados, nenhum deles em unidades de cuidados intensivos.

Em conferência de imprensa, Ana Cristina Guerreiro adiantou ainda que, até ao momento, foram realizados 1222 testes à covid-19, com vista à identificação de novos casos.

"Destes 76 casos, 82% referem-se a pessoas residentes no concelho de Lagos, 13% em Portimão. Apenas 5% a pessoas residentes noutros concelhos, uma ou outra pessoa fora da região", acrescentou.

O grupo etário mais atingido é entre os 20 e os 29 anos.

"Foi criada uma equipa dedicada. Temos 345 pessoas na região que estão em isolamento no domicílio", sublinhou, reconhecendo que as autoridades não descartam a hipótese de o número de infetados superar os cem.

Em comunicado, a Câmara Municipal de Lagos informou que os testes realizados a 340 funcionários da autarquia deram negativo.

Este novo surto levou à proibição das visitas aos utentes de todos lares da Santa Casa da Misericórdia na zona do barlavento algarvio.

O presidente do Secretariado Regional das Misericórdias do Algarve, Armindo Vicente, explicou que a decisão foi tomada depois de se ter concluído que algumas das pessoas que estiveram na festa trabalham em lares, são familiares de utentes ou podem ter outras ligações ainda por apurar.

"A sugestão foi-nos feita pela delegada regional de saúde e imediatamente resolvemos aceitá-la", justificou.

As visitas estão proibidas em 24 lares de idosos e crianças das Misericórdias de Lagos, Vila do Bispo, Portimão, Alvor, Aljezur, Estômbar, Monchique, Silves, Alcantarilha, Armação de Pera e Albufeira

Outras Notícias