Gondomar

Morreu José Diogo, menino que vivia com doença rara que o fazia ganhar peso

Morreu José Diogo, menino que vivia com doença rara que o fazia ganhar peso

José Diogo, menino que vivia com o síndrome de Rohhad, que o fazia ganhar peso constantemente, morreu este sábado.

O funeral será realizado na terça-feira, na zona da Triana, em Rio Tinto, Gondomar.

O JN deu a conhecer o caso em novembro de 2108. Em maio de 2020, quando voltamos a publicar a sua história, a mãe reclamava por mais cuidados para o filho. Com cinco anos, o menino já pesava 57 quilos.

Com a pandemia, há dois meses que a criança vivia fechada em casa, em S. Cosme, Gondomar, por o serviço de ambulatório do Kastelo - única unidade de cuidados integrados pediátricos em Portugal - estar suspenso para não haver risco de contágio da covid-19.

Tal como José Diogo, outras 12 crianças ficaram em casa.

Dias inteiros em que uma das poucas diversões que a criança tinha era andar atrás de uma bola pelo corredor da casa. Mas rapidamente se cansava e lhe faltava o ar. Aliás, à noite, José Diogo dormia com um aparelho compressor de ar para não correr o risco de asfixia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG