Prémio

Raspadinha rejeitada rendeu meio milhão a apostadora em Gondomar

Raspadinha rejeitada rendeu meio milhão a apostadora em Gondomar

Uma raspadinha que tinha sido rejeitada por uma apostadora rendeu meio milhão de euros a outra. Tudo aconteceu, na manhã desta segunda-feira, no café Fernandes, em Fânzeres, Gondomar.

Foi pela manhã que uma cliente decidiu tentar a sorte com uma raspadinha de Natal. Segundo Ângelo Fernandes, proprietário do café, "era cliente só de passagem" e raramente gastava em raspadinhas um valor alto. Desta vez, gastou dez euros. "Foi ao carro raspar e quando chegou à minha beira disse que não estava bem, ficou sem reação", recordou o dono do café ao JN,

Ângelo Fernandes lembrou ainda que uma outra cliente ainda pensou em raspar aquele cartão, mas preferiu outro.

"O dinheiro não me saiu a mim, mas fiquei mesmo emocionado, são pessoas que merecem", reforçou Ângelo Fernandes, argumentando que o seu café é "uma casa de sorte".

"Já dei um prémio de um milhão de euros e outro de 100 mil na lotaria", disse.

Segundo o dono do café, a vencedora ficou sem saber o que fazer e pediu informações de como haveria de levantar prémio. Mas lembrou que "ainda tinha que ir trabalhar", saindo do estabelecimento depois de ligar ao filho a contar a boa notícia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG