Exclusivo

APDL estuda terminal de cruzeiros no Douro

APDL estuda terminal de cruzeiros no Douro

Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo quer "elevar o nível do serviço" no Douro. Diminuição da pegada ecológica é outra das prioridades.

Construir um terminal para cruzeiros fluviais no Douro e reduzir a pegada ecológica no Porto de Leixões, apostando na ferrovia e na descarbonização da atividade portuária. Estes são alguns dos investimentos que a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo tem em carteira para futuro.

Entre outros projetos, somam-se ainda a reconversão do terminal multiusos e o prolongamento do quebra-mar de Leixões, uma obra que tem sido contestada e promete aumentar a segurança na entrada e saída de navios do porto. Empossado presidente do Conselho de Administração da APDL há quase quatro meses, Nuno Araújo revelou ainda ao JN que a administração portuária está "preocupada com o momento que a economia atravessa" e, "de forma proativa", tem procurado "ir ao encontro das empresas e, com isso, reduzir os seus custos".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG