Paredes

Incêndio no quarto mata homem em cadeira de rodas

Incêndio no quarto mata homem em cadeira de rodas

Um homem de 69 anos, portador de uma deficiência motora, morreu esta segunda-feira de madrugada na sequência de um incêndio, na cave da sua habitação, na Rua da Campa, em Lordelo, Paredes.

A Polícia Judiciária esteve no local e excluiu a hipótese de ter havido mão criminosa na origem do incêndio, suspeitando-se que tenha sido provocado por um cigarro.

O alerta foi dado por populares cerca das 6.30 horas e quando os Bombeiros Voluntários de Lordelo chegaram ao local, já nada havia a fazer para salvar o único morador da habitação.

"Quando chegamos, o quarto estava tomado pelas chamas. Procedeu-se de imediato à extinção do incêndio, e em simultâneo à retirada da vítima", referiu ao JN José Freitas, comandante dos Bombeiros Voluntários de Lordelo.

A vítima, portadora de uma deficiência motora pela falta de uma perna, foi encontrada sentada na cadeira de rodas em que se deslocava e em paragem cardiorrespiratória. Foi retirada para o exterior da habitação e o óbito declarado pela equipa da viatura médica de emergência e reanimação (VMER) do Hospital de São João, no Porto.

As chamas - que ficaram confinadas ao quarto da habitação e terão tido origem num cigarro mal apagado - foram combatidas pelos Bombeiros Voluntários de Lordelo.
Nas operações estiveram ainda uma equipa médica de suporte imediato de vida de Valongo e a GNR de Lordelo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG