Paredes

Socorristas da Cruz Vermelha em novo calendário sensual

Socorristas da Cruz Vermelha em novo calendário sensual

"Sedução Solidária" já permitiu concluir obras na sede da instituição. Objetivo desta edição passa por comprar ambulância.

As socorristas da Delegação de Vilela da Cruz Vermelha Portuguesa, em Paredes, voltaram a produzir um calendário em que demonstram toda a sua sensualidade. É a terceira vez que as voluntárias promovem um projeto que apelidaram de "Sedução Solidária" e que tem o intuito de angariar donativos para a instituição. E se em anos anteriores o dinheiro adquirido com a venda de milhares de calendários contribuiu decisivamente para a conclusão das obras da sede da Delegação de Vilela, este ano a verba a arrecadar será canalizada para a compra de uma ambulância de socorro.

"Esperamos ter o mesmo sucesso das edições anteriores, nas quais vendemos mais de mil calendários por ano. Até do Brasil tivemos contactos", refere Mariana Silva. Esta coordenadora do calendário sexy frisa, também, que o conceito mudou e que, na edição já à venda, as fotografias demonstram "que é possível ter sensualidade mesmo com as socorristas totalmente fardadas".

O calendário sensual da Delegação de Vilela da Cruz Vermelha portuguesa apresenta uma fotografia de uma voluntária por cada mês do ano. "Exceto no mês de junho. Nesse mês a fotografia é minha e da Bárbara Machado, a outra coordenadora", afirma Mariana Silva.

A também voluntária da instituição paredense acrescenta que a edição deste ano bebeu inspiração na "Rota dos Móveis", slogan criado para promover a indústria de mobiliário de Paredes. Por esse motivo, os cenários das fotografias são em empresas ligadas à produção de móveis e a Casa da Cultura de Paredes, local onde está patente a exposição dedicada à cadeira, "Art on Chairs".

A produção do calendário das socorristas da Cruz Vermelha Portuguesa foi feita por profissionais que trabalharam gratuitamente e contou com o patrocínio de diferentes empresas da "Rota dos Móveis".

O calendário sensual custa cinco euros e pode ser adquirido na sede da Delegação de Vilela da Cruz Vermelha Portuguesa ou através da página de Facebook da instituição.

ver mais vídeos