O Jogo ao Vivo

Saúde

Demissão em bloco no Hospital de Gaia

Demissão em bloco no Hospital de Gaia

O diretor clínico e vários médicos com funções de chefia no Hospital de Gaia apresentaram esta quarta-feira a demissão, concretizando a ameaça que fizeram há cerca de cinco meses.

Os médicos demissionários vão prestar mais declarações esta tarde de quarta-feira, numa conferência de Imprensa na Ordem dos Médicos.

As demissões do diretor clínico, de vários diretores de serviço e de departamento e do responsável pela urgência do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E) resultam da falta de respostas do Governo aos problemas do hospital.

No final de março, o bastonário da OM visitou o Hospital de Gaia e no final de uma reunião com 37 diretores de serviço e de departamento anunciou que estes estavam dispostos a demitir-se se a situação se mantivesse.

As condições "caóticas" do serviço de urgência e do internamento foram algumas das situações então denunciadas.

ver mais vídeos